Por Celso Bendlin*

No dia de ontem, 8 de julho, ocorreu em todo o Sul, o 2º Basta de Brasília. Estivemos em muitas cidades do Paraná participando do evento e a receptividade é sensacional. Sabemos que aqui no Paraná ainda tem algumas pessoas que precisam de um empurrãozinho para que possam ir as ruas, como fomos ontem. Por isso, algumas conclusões após esta ação se fazem necessárias.

A primeira delas é de que não para ir as ruas fazer o trabalho de divulgação, não precisa ter medo.  Afinal, ninguém vai te fazer mal. O Movimento O Sul é o Meu País está ficando mais conhecido, graças a nós que não temos vergonha dos nossos ideais e vamos pra rua divulgá-los.

Uma segunda coisa importante é que existem sim, algumas poucas pessoas que são contrárias às nossas ideias, o que é normal e saudável em uma sociedade democrática. Algumas até chegam com duas pedras na mão para mostrar sua oposição ao Movimento.  Mas uma coisa é certa, se você ignorar a agressividade inicial e conversar de forma civilizada, vai ganha um amigo e aquela pessoa irá embora prometendo pensar melhor no assunto.

A fantástica maioria das pessoas já chegam onde estamos declarando que quer assinar o Projeto de Iniciativa Popular, se referindo ao PLIP do Bloco Sul Brasileiro. Ontem, chegamos a ter uma pequena fila aqui. É impressionante o número de pessoas que vem até nós pedindo adesivos com a frase: “estou atrás de conseguir um adesivo faz tempo”. Isto tudo é prova de que há muitos simpatizantes nos procurando e não encontram porque não saímos para a rua.

É hora de ação!!!

* O autor é liderança do Movimento O Sul é o Meu País no Paraná.